eco-convite

Por um dia, no próximo sábado, 29 de Maio, a Trofa vai ser a capital da ecologia e do desenvolvimento local do Noroeste do nosso país. Com efeito é aí, no Auditório da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, que vai decorrer o IV Encontro da Plataforma Interassociativa Convergir, uma rede informal de cooperação que tem actuado na região de entre Vouga e Minho ao longo de toda a primeira década do século XX.
Além da troca de informações e experiências entre associações, movimentos e outras iniciativas equiparáveis, dois são os principais objectivos deste encontro. Por um lado, tentar realizar um esboço de balanço daquilo que, ao longo da década que agora termina, não se conseguiu preservar (como no caso dos valores naturais do Baixo Sabor, em Trás-os-Montes) ou se não conseguiu melhorar significativamente (como no caso da poluição e outras agressões que têm afectado as bacias hidrográficas do Norte do país) – bem como aprender com algumas vitórias alcançadas na defesa da natureza. Por outro lado, dar passos no sentido de uma aproximação entre os movimentos ecológicos e os movimentos que pugnam por um desenvolvimento de base local e por uma revitalização do tecido social e económico das regiões do interior.
Haverá  ainda oportunidade, durante o almoço de confraternização, para que as entidades presentes que o desejarem possam tomar uma posição solidária para a preservação do vale agrícola do Coronado, no concelho da Trofa, cuja defesa vem sendo desde há anos combativamente assumida pela Associação de Defesa do Ambiente e Património da Trofa - ADAPTA e pela Associação para a Protecção do Vale do Coronado - APVC, sediada em São Mamede do Coronado. 

mais info
                                 

CONTEÚDOS
A manhã começará  com uma apresentação pelo Professor José Portela, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - UTAD, intitulada «Do Contra-Desenvolvimento ao Desenvolvimento Sustentável», seguindo-se três exemplos de iniciativas locais que visam a harmonia entre ambiente e actividade económica, expostas pelo fotógrafo e gestor Pedro Alarcão (associação Veranda, Melgaço), pela bióloga Alice Gama (Associação Transumância e Natureza, de Figueira de Castelo Rodrigo) e pelo biólogo António Roleira (Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino, de Atenor, Miranda do Douro).
No início da tarde, o Professor Paulo Santos, do FAPAS, e o biólogo José  Teixeira, da Plataforma Sabor Livre, mostrarão algumas das razões por que se não conseguiu evitar a submersão do Baixo Sabor – bem como o que apesar de tudo se ganhou em se não terem até hoje baixado os braços. O Professor Bordalo e Sá, do ICBAS - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e membro da APRIL, falará sobre «Despoluição dos Rios do Norte - Que Balanço?».
Em seguida, serão apresentados três casos de sucesso e o que é possível aprender com eles: o Eng. Pedro Macedo, do Movimento Promindelo, falará do êxito com a criação da reserva de paisagem protegida do Mindelo; o biólogo e mestre em ecologia humana Dr. Nuno Gomes Oliveira, Director do Parque Biológico de Gaia, referirá os processos relativos às reservas de âmbito regional do Estuário do Douro e Serra de Valongo; Bernardino Guimarães, da Campo Aberto, e Soares da Luz, do Mocimento de Defesa dos Jardins do Palácio de Cristal, finalmente, analisarão os resultados, em ambiente urbano, de uma luta pelos espaços verdes, concretamente o caso do Parque da Cidade do Porto, a que ambos estão fortemente ligados.

OUTRAS ENTIDADES PRESENTES
Além das entidades já  referidas anteriormente, estarão presentes no Encontro representantes de: Associação de Defesa do Vale do Neiva - A Mó, Associação Portuguesa de Educação Ambiental - Aveiro, Associação de Amigos do Rio Ovelha, Biorumo Consultoria em Ambiente e Sustentabilidade, Corema Associação de Defesa do Património, de Caminha, Rede de Ecoclubes, Grupo de Acção e Intervenção Ambiental - GAIA, Movimento Bom Sucesso Vivo, Movimento Cívico pela Linha do Tua, Movimento pela Salvaguarda do Complexo das Sete Fontes, de Braga, Projecto Rios e Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza.


This entry was posted on 22:16 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: